As linhas de crédito consistem em alternativas para obter recursos por meio de uma instituição financeira, que podem auxiliar o crescimento e a manutenção da sua empresa, através da melhoria da infraestrutura, sustentação ou expansão da operação. Ou seja, linhas de crédito
funcionam como empréstimos para injetar dinheiro no seu negócio. Quando bem planejadas, as linhas de crédito aumentam o capital de giro e a sua competitividade no mercado.

 

Conheça as principais linhas de crédito disponíveis no mercado:

 

• Empréstimo com garantia: Nesse formato, a empresa apresenta um bem para assegurar o pagamento
das parcelas à instituição, para diminuir o risco de inadimplência e garantir juros mais baixos.

 

• Financiamentos: O financiamento é um crédito cedido com um objetivo específico e definido em contrato, como a compra de um equipamento, por exemplo. As condições variam de acordo com a instituição financeira responsável.

 

• Cooperativas: São organizações sem fins lucrativos que atuam com o objetivo de promover o desenvolvimento regional. Para ter acesso, é necessário adquirir uma cota da cooperativa e participar das decisões em assembleias como sócio. Além disso, a modalidade também envolve o pagamento de juros.

 

• Microcrédito: É uma modalidade de empréstimo de valores mais baixos e prazos de pagamento mais curtos. Além das taxas de juros reduzidas, há algumas isenções, como no caso do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Outra característica é que ele, normalmente, tem uma aprovação mais simples.

 

• Antecipação de recebíveis: a melhor alternativa para PMEs: Nesse caso, a empresa tem a alternativa de antecipar valores futuros,
recebendo o montante total, onde as prestações futuras usadas para obter os recursos funcionarão como garantia. E com a FAN Capital, a antecipação dos seus recebíveis são feitas com a menor burocracia, com isenção de IOF e com agilidade para a liberação de crédito.

 

Para escolher a melhor opção entre as linhas de crédito para o seu negócio é importante estar atento aos seguintes pontos:

• Entender qual a necessidade do seu crédito;
• Estudar todas as opções disponíveis;
• Avaliar os custos totais, como taxas, atributos, etc.

 

Ficou interessado? Entre em contato com um de nossos consultores clicando aqui!



Publicações Relacionadas

Fluxo de caixa direto e indireto: Conheça as diferenças!

Ver mais

Gestão de Riscos e Compliance: Entenda as principais diferenças!

Ver mais

Por que escolher a FAN Capital para antecipar suas vendas?

A escolha ideal para o seu negócio crescer. Ver mais

Taxa Selic e Investimentos: Conheça a origem dessa relação

Ver mais

Concessão de crédito a partir da Alienação Fiduciária de Imóvel.

Usando um bem como garantia real para a obtenç... Ver mais

Como melhorar o fluxo de caixa da sua Empresa?

O fluxo de caixa empresarial é a ferramenta re... Ver mais